Saiba como ajudar e participar da AJURCC, Ligue: +55 (83) 3314-1762

É inciado o projeto do Banco Comunitário de Sementes no Sitio Serra de Joaquim Vieira

É inciado o projeto do Banco Comunitário de Sementes no Sitio Serra de Joaquim Vieira
Agricultores e Agricultoras durante o lançamento do projeto

A AJURCC iniciou nesta quarta feira 25 de abril o Projeto Mulheres Agricultoras: Armazenando Sementes, Plantando Autonomia, Colhendo Dignidade, uma inciativa da Associação de Juventudes, Cultura e Cidadania em parceria com o Clube de Mães do Sítio Serra de Joaquim Vieira - I no distrito de São José da Mata, Município de Campina Grande - PB. O projeto conta com apoio da ONG Italiana APIBIMI, e do Fundo Casa - Investindo em Cuidar e tem como objetivo possibilitar a construção de um banco de sementes gerido pelo grupo de mulheres agricultoras, além de estimular a implementação de experiências inovadoras que visem a sustentabilidade da agricultura familiar na comunidade e no Distrito, tendo foco no debate das relações Gênero o respeito e cuidado com biodiversidade.

A primeira reunião oficial do projeto aconteceu na sede da Clube de Mães do Sitio Serra, local onde também será construído o Banco de Sementes. Na ocasião, assessores técnicos da AJURCC informam ao grupo de mulheres sobre a chegada dos recursos e todas beneficiarias ficaram felizes e entusiasmadas para iniciar a construção do banco de Sementes. Também foi elaborado um cronograma de atividades e definidos os nomes de 04 mulheres que irão fazer parte do grupo de aquisição de materiais para construção do banco de sementes.

É inciado o projeto do Banco Comunitário de Sementes no Sitio Serra de Joaquim Vieira
Agricultores e Agricultoras em uma roda de conversa debatendo o projeto

Já no próximo dia 05 de maio acontecerá a primeira formação sobre Identidade das Mulheres Agricultora, com intuito de valorizar a afirmação dessas mulheres e sua identidade com o Campo, seu potencial produtivo e de preservação da biodiversidade presente em nossas sementes crioulas.O projeto é uma experiência que pode render bons frutos para todo o distrito, pois a AJURCC reconhece o território rural de São José da Mata com um grande potencial produtivo e agroecológico, que é muito rico em biodiversidade, com homens e mulheres camponeses /as detentores/as de profundos saber popular e a vida no campo, por isso, enquanto AJURCC, compreendemos que tudo isso deve ser valorizado.